Desenvolvimento da minha baixinha :)

 



Postado pela Mamãe Déia às 09h46
| envie esta mensagem


 


(quadro acima desse post)  

 



Postado pela Mamãe Déia às 20h13
| envie esta mensagem


 


 

(quadro acima desse post) 



Postado pela Mamãe Déia às 08h41
| envie esta mensagem


 


(quadro acima desse post) 



Postado pela Mamãe Déia às 17h12
| envie esta mensagem


 


(quadro acima desse post) 

 



Postado pela Mamãe Déia às 20h47
| envie esta mensagem


 


Achei tão linda a cartinha abaixo que resolvi colocá-la aqui, nos faz repensar

sobre a pressa que temos com relação aos nossos pequeninos, nos esquecendo

de que se tratam apenas de pequeninos...

 

Querida mamãe,

Esta noite acordei estranhando o silêncio. Não havia barulho algum e pensei
que o mundo tinha até acabado e você esquecido de mim. Coloquei a boca no
trombone e você apareceu.

Ainda bem. Fiquei tão feliz no calor do seu peito que acabei pegando no sono
antes de mamar tudo o que precisava. Quando percebi que você ia me colocar
no berço, chorei de novo. Mas não tente negar, você estava com pressa para
ir dormir outra vez.

Você me deu de mamar novamente, assim, meio apressadinha e depois resolveu
trocar a minha fralda. Estava tudo calmo, um silêncio, nós dois juntinhos,
tão legal que eu perdi o sono.

Você até que foi compreensiva, mas começou a bocejar um pouco e resolveu me
fazer dormir. Eu não queria dormir. Talvez eu precisasse de mais dez minutos
ou meia hora, mas você estava mesmo decidida a dormir. Foi ficando bem
nervosa e até chamou o papai e todos fomos ficando muito irritados. No final
das contas, acordei a casa inteira cinco vezes. Pela manhã, nossa família
estava com cara de quem saiu do baile. Acho que estraguei tudo. Imagina,
você chegou a dizer para o papai que eu estou com problema de sono. Eu não!
Você é que vem me dar de mamar com pressa e daí eu sinto que você não quer
mais ficar comigo.

Os adultos têm hora certa para tudo, mas eu ainda não entendi essas coisas
de relógio e tarefas estafantes que vocês precisam fazer. Quando meu corpo
está com o seu, quero ficar do seu lado sem me separar nunquinha. Do alto
dos meus três meses, ainda não descobri direito que você é uma pessoa e que
eu sou outra. Um dia eu vou sair por aí, vou telefonar e posso deixá-la
doida para saber o que ando fazendo e, então, você vai entender como me
sinto agora. Mas não precisamos dessa guerra, mamãe. Até lá já podemos nos
entender, inclusive pelas palavras.

Sinto a angústia da separação, pois acabei de passar por essa experiência.
Você também, mas vive tudo isso como uma adulta consciente. Eu ainda estou
vivendo no inconsciente. Eu não sei nada, tudo é tão novo para mim aqui
fora. Mas eu tenho absoluta certeza de que eu vou aprender tudinho o que
você me ensinar por seus sentimentos em relação a mim.

Mamãe, você quer um conselho de bebê? Quando eu chorar à noite, não salta
logo para o meu quarto desesperada como se o mundo fosse acabar. Espere um
pouco, respire profundamente, ouça o meu choro até que ele atinja o seu
coração. Sinta seu tempo, realmente acorde e venha me pegar. Me abrace
devagar, não acenda a luz, fale bem baixinho e me dê o seu peito para eu
mamar. Depois que eu arrotar, mais um pouco só de paciência pois, nós bebês,
somos sensíveis aos sentimentos dos adultos. Se eu sentir que você está com
pressa, sou capaz de armar o maior barraco, mas se você esperar o meu
segundo suspiro, quando meus olhos ficarem bem fechados, minhas mãos e
pernas ficarem bem molenguinhas, aí sim, pode me colocar de volta no berço
que eu não acordo antes de sentir fome outra vez.

À medida que você desenvolver sua paciência, mamãe, eu estarei desenvolvendo
a minha tranqüilidade e nós não teremos mais noites infernais. Apenas noites
de mamãe e bebê, que um dia passam, como tudo na vida.

*Claudia Rodrigues. Jornalista e Terapeuta Somática.

 



Postado pela Mamãe Déia às 08h09
| envie esta mensagem


 


Não hei dito que se creres verás a glória de Deus? (João 11:40)

 

Nasci!

 

Pesando 3.535 kg e com 48 cm, nasci às 5:10 h de parto cesárea

no dia 11  de maio de 2006 pelas mãos do Dr. Samuel.

Eu e mamãe passamos bem, graças a Deus.

Sou a benção tão esperada dos meus papais orgulhosos :)

 



Postado pela Mamãe Déia às 15h27
| envie esta mensagem


 


Queríamos agradecer a todas as titias que visitaram nosso bloguinho,

muito obrigada a todas vocês que fizeram parte de momentos tão especiais em nossas vidas:

 

Adriana Terres, Ângela, Anna Gengo, Andreza, Bárbara, Beatriz, Bianca, Bruna,

Carla, Carol, Cristiane Campos, Cristiane (Antônio), Dora, Ellen, Giselle, Gizela,

Heleni, Joana, Ju Bandeira, Ju Neves, Keley, Lidiane, Liliane, Lu, Luana,

Luciana Fernandes, Mara, Márcia, Mima, Mônica, Priscila,

Priscila (Bubu), Raiane, Raquel, Roberta, Rosana, Samarina,

Sílvia, Sílvia Antunes, Sirlene, Sônia.

 

*********************************************************************

 

Um obrigada mais que especial às que sempre acompanharam,

torcendo junto com a gente,

demonstrando que o amor e o carinho quando são genuínos,

mesmo que virtuais, permanecem...

Que Deus cubra-as de bênçãos!

 



Postado pela Mamãe Déia às 15h27
| envie esta mensagem


 


 

Nosso Último Ultra :)

 

Tudo bem comigo, pesando 3.870 kg e mexendo bem, graças a Deus, inclusive pra variar, chutei o aparelhinho de ultra-som bastante. O Dr. Samuel está tranqüilo, inclusive marcou a nossa cesárea pra segunda-feira.  Pelos cálculos da mamãe, completo nove meses depois de amanhã, mas o médico  jogou uma semana pra frente a DPP, vai entender... 

Mamãe está sentindo dores na bexiga e nas costas... toda posição está desconfortável, mas sempre abre um sorriso largo quando pensa que estou chegando... sou a bitelona da mamãe! E que eu venha com muita saúde :)

Titias, logo, logo, terá uma fotozinha minha aqui... Bjs,

 



Postado pela Mamãe Déia às 12h28
| envie esta mensagem


 


Futura Mamãe

 

Quando um bebê decide vir ao mundo, nasce com ele uma mamãe.  

Uma mãe é mãe desde o primeiro instante. Mesmo quando a vida ainda é um minúsculo ser implantado no ventre, a gente já é mãe do coração. Todo nosso pensamento, todo nosso cuidado se volta para esse serzinho que, tão minúsculo, já provoca emoções tão grandes.

A simples descoberta já nos traz um turbilhão de emoções inexplicáveis. A vida nunca mais vai ser a mesma. E nos perguntamos: "será que vou ser uma boa mãe?" "Será que vou saber cuidar do meu bebê?" 

Mas uma mãe não nasce mãe e não aprende a ser em escolas. Uma mãe é e isso basta. Mãe sente, mãe adivinha, mãe aprende sofrendo, mãe sofre aprendendo. 

 Benditas são as mulheres! Se elas suportam uma das maiores dores, sentem sem dúvida a maior das felicidades. Uma mulher grávida é sempre algo sublime, ela tem algo de anjo e santo, uma aura invisível que reflete e ilumina seu rosto. Ela carrega nela a vida, um pedacinho dela mesma que vai um dia ter vida própria e isso é maravilhoso e assustador ao mesmo tempo. 

Deve ser por isso que nos tornamos tão emotivas e choramos tão facilmente. Deve ser essa a razão de querermos estar satisfeitas em todos os nossos desejos.

Que a gravidez não é uma doença é verdade. Mas que não digam que é normal e que a pessoa pode viver normalmente, pois isso não é verdade. Todo o equilíbrio físico, psicológico e emocional fica balançado. Há ainda hoje civilizações onde as mulheres grávidas são tratadas como seres especiais e divinos.

Mãe que está descobrindo as alegrias da maternidade agora, deixa eu te dizer uma coisa: se você tem medo de não saber o suficiente para ensinar ao seu bebê os caminhos da vida, saiba que é com ele que você vai aprender a trilhar muitos desses caminhos. Viva a sua gravidez em todos os seus instantes e não se preocupe se está fazendo ou se fará as coisas certas ou erradas. Seu coração vai te ditar, confie nele!  Aproveite ao máximo cada segundo, pois cada momento é único e esse privilégio não é dado a todos. Fale com seu bebê, faça carinho nele, sorria pra ele; viva o mais serenamente possível. Acredite: esses momentos são preciosos!...

E, sobretudo, você é uma pessoa agraciada! Deus os escolheu, para que fizessem parte um do outro. Ele saberá, certamente, conduzi-los nesse maravilhoso caminho.

 

Letícia Thompson



Postado pela Mamãe Déia às 12h15
| envie esta mensagem


 


 

Mãe, Estrela Eterna

 

Mulher de muitos colos,

de manhãs sempre claras

de magias,

de fadas...

Mulher perene,

dando vida,

sendo a própria vida:

de beleza ...

de cheiro,

de peso,

de energias...



Postado pela Mamãe Déia às 11h15
| envie esta mensagem


 


Nada é igual a você,

flor rara, única...

Que enfeita a vida,

com qualquer cara  que tenha,

com cabelos de muitas cores ,

sorrisos diferentes,

sinais profundos de luta,

de vitórias.

Mãos estendidas,raios de luz,

raios de bondade,

raios de Deus.

Não estou falando de lua,

de sol,

Não os do céu..

Falo da lua, do sol e da estrela,

que não passa,

que não se vai nunca,

Falo de mães...

Todas as mães  que habitam o mais lindo planeta:

o planeta do amor!

À você, mãe, o meu louvor!

 

Jane Lagares 



Postado pela Mamãe Déia às 11h14
| envie esta mensagem


 


39 semanas - A maior parte do lanugo já desapareceu e o bebê se prepara para nascer em poucos dias. O crânio ainda não é totalmente sólido, apresentando-se mais amolecido nas 5 fontanelas, que ainda estão separadas e podem ser apertadas umas contra as outras. O parto pode alongar e moldar a cabeça fetal, uma precaução de segurança para reduzir o diâmetro do crânio, permitindo uma expulsão mais fácil da cabeça, durante a passagem do feto pelo canal de parto, sem provocar danos ao cérebro. Após o parto, a cabeça do bebê retorna a sua forma arredondada. Os olhos ainda não possuem os ductos lacrimais, que aparecem poucas semanas após o nascimento. O tórax é mais proeminente. Os pulmões estão maduros e a produção de surfactante está aumentada para manter os alvéolos abertos. O abdome fetal é grande e arredondado, especialmente, devido ao fígado que ainda produz glóbulos vermelhos. A pele torna-se mais espessada e mais pálida (branca ou rosa azulada) e a cada dia o feto ganha cerca de 15 gramas de gordura. Agora ele não pode se mover muito devido à falta de espaço. Pesa em torno de 3200-3500 gramas e mede 50 cm. Ao nascimento, o cordão umbilical pode medir cerca de 50 a 70 cm de comprimento. O que restou do vérnix, em geral, desaparece, embora possa permanecer até o nascimento.

Postado pela Mamãe Déia às 11h06
| envie esta mensagem


 


Olá titias! :)

Estamos por aqui ainda... já fizemos nosso ultra controle hoje como de costume e graças a Deus tudo bem comigo! Só o médico, que não foi o Dr. Samuel, não quis olhar o meu peso, aquele feioso... No mais continuo tranqüila aqui, mamãe sente algumas contrações irregulares, mas nada preocupante... ou seja, essa casinha está boa pra mim ainda :)  

Cada dia que passa é um dia mais próximo da minha chegada e mamãe sabe que Papai do céu continua nos abençoando...

Bjs e fiquem com Deus!



Postado pela Mamãe Déia às 11h15
| envie esta mensagem


 


MÃE

Mães são criaturas especiais.
Elas têm uma visão de mundo toda peculiar.
Guardam a experiência, porque já viveram mais tempo
que seu filho.
Experimentaram incontáveis alegrias.
Também tristezas, mágoa e dor.
E sabem que, por mais que amem seu filho, não
poderão impedir que tudo isso ele também experimente:
coisas positivas e coisas negativas.
Sabem igualmente que tudo isso faz parte do grande aprendizado
que redundará em progresso para ele próprio.
Possivelmente, por tudo isso é que uma mãe elaborou uma carta,
mais ou menos nos seguintes termos:
Caro mundo: meu filho começou hoje na escola.
Durante algum tempo, tudo vai
ser estranho e diferente para ele.
Eu gostaria que você o tratasse com carinho.
Até aqui, sempre estive ao lado dele.
Aquieto seu coração.
Curo suas feridas.
Estou por perto quando ele cai e rala o cotovelo
ou o joelho.
Quando ele cai da bicicleta, do skate e tropeça nos
cadarços soltos do tênis.
Mas agora tudo vai ser diferente.
Esta manhã ele vai sair pela porta da rua,
acenar para mim e começar sua grande aventura.
Ele irá aprender provavelmente sobre disputas,
tragédia e sofrimento.
Para viver neste mundo é preciso fé, amor e coragem.
Por isso, mundo, eu gostaria que você o pegasse pela mão
e ensinasse o que ele precisa saber.
Ensine-o, mas com carinho.
Ensine-o que, para cada malandro que existe por
aí, existe também um herói.
E que, em verdade, há muito mais heróis do que malandros.
Heróis anônimos que realizam grandes proezas todos os dias.
Fale-lhe muito mais dos heróis.
Incentive-o a se tornar um deles.
Ensine-o que para cada político corrupto existe um
líder dedicado.
E narre-lhe detalhes das vidas desses líderes para que os
possa imitar.
Ensine-o que para todo inimigo existe também um amigo.
Diga-lhe como conquistar e conservar amigos.
Ensine-o sobre as maravilhas dos livros.
Livros de ciência, de arte, de grandeza.
Dê a ele um momento de silêncio para que possa ponderar
sobre o mistério dos pássaros no céu, das abelhas ao sol e das
flores nas campinas.
Ensine-o que é muito mais digno fracassar do que trapacear.
Ensine-o a ter fé nas próprias idéias, mesmo quando todo
mundo lhe disser que ele está errado.
Ensine-o que seu coração e sua alma nunca devem estar à venda.
Ensine-o a fechar os ouvidos para o clamor da multidão...
E manter-se firme e disposto a lutar quando achar que está certo.
Ensine-o com carinho, mundo, mas não o mime, pois é o
teste do fogo que produz o aço mais resistente.
Mundo, veja o que você pode fazer por meu filho.
Ele é alguém muito especial.

Baseado no capítulo Carta de uma mãe ao mundo, do livro
Histórias para aquecer  o coração das mulheres, de Jack
Canfield, Mark Victor Hansen, Jennifer Read Hawthorne
e Marci Shimoff, ed. Sextante.
 


Postado pela Mamãe Déia às 11h04
| envie esta mensagem


 


 


.:: A Gestação ::.

01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005

 


.:: Outros Links::.

Blog Mãe de Anjinhos
E-familynet - Desenvolv. Fetal
Guia do Bebê - Semana a Semana
TopBaby
Yoni - Gravidez Passo a Passo
Clube do bebê
Link do bebê
Planeta bebê
Baby site
Revista Meu Nenê Online
Estação do Bebê
Bebê 2000
Meu Bebezinho
Amigas do Parto
Criança Segura no Carro
Guia BH Baby
Artigos sobre Gravidez
Gerber & Você

 


.:: Contador ::.

visitas